Você pode aprender o que quiser

Por Riven Melito, | Categoria: Curiosidades

É maravilhoso como a internet mudou a vida do planeta. A quantidade de informações que podemos adquirir nos dias de hoje é realmente impressionante. Você pode aprender tudo, saber tudo, até ensinar de tudo! Então você pensa, “mas se temos tantas ferramentas, porque a humanidade continua se apegando a futilidades, e aos últimos aparelhinhos emburrecedores da moda? Nós podíamos estar colonizando outros planetas neste momento!” Bem, você acessou seu facebook hoje, ou aprendeu alguma coisa nova?

Vou arriscar e dizer que na verdade deve fazer um bom tempo que você não se incomoda em saber de algo novo, pelo simples prazer de saber, de desbravar, de conhecer. Nós infelizmente não temos este costume, na verdade. Para o brasileiro normal, a menos que o trabalho exija ou a mãe obrigue, estudar é como passear dentro de um cemitério á meia-noite sob uma tempestade de raios. Mas antes que comece a pipocar comentários dizendo que sou preconceituoso, irascível, ou o que seja, já aviso: NÃO ESTOU GENERALIZANDO. Mas vamos ser sinceros, é muito mais divertido ver um vídeo de algum carinha jogando videogame do que uma interessantíssima aula sobre álgebra linear.

Mas a questão é exatamente esta. Existe sim muita gente que acha álgebra linear muito mais interessante do que Minecraft. E inclusive usará esses conhecimentos no futuro para desenvolver um jogo tão fantástico quanto. E já que estou falando em Minecraft, se você for além da estética infantil do jogo, tem muita coisa lá que é um aprendizado totalmente válido. Um dia quem sabe eu explore um pouco mais sobre esse assunto. mas no momento, vamos voltar ao aprendizado em si.

Então, se retirássemos um pouco do tempo que passamos online, seja usando Whatsapp, Facebook, G+, Tinder, Instagram, Twitter, o escambau, para adquirir algum tipo de conhecimento, nosso mundo (e das pessoas ao redor) seria muito melhor. Só para começar não iríamos aceitar tanta porcaria que vem de cima, de políticos e governantes e geral. O senso crítico de cada um se aprimoraria, e conseguiríamos tomar melhores decisões, assim tornando nossa vida mais produtiva e funcional.

Mas daí vem aquele argumento: “Mas a escola ensina tanta coisa que não vamos usar na vida”. E eu digo “como assim, cara pálida?” A escola ensina o básico. Como não existe escola para astronautas de 15 anos, é preciso nivelar todo mundo e ensinar o básico para que cada um descubra para que lado quer ir. Sim, o ensino brasileiro tem problemas. E graves. Ao invés do professor enfiar física na garganta do aluno, ele deveria explicar que a física é necessária para este e aquele caso, e se você não se interessa, é porque provavelmente sua aptidão é para outro segmento, talvez administração, biologia, ou artes. Agora, se você quer ser cientista de foquetes, você precisa saber matemática e física, sim. Mas daí vamos chegar a outra questão. Como saber o que quer? Bem, por isso que se ensina de tudo no começo.

Mas vamos deixar esses problemas um pouco pra lá. Não sou eu que vou consertar o ensino no país (mas pergunte-me como, hehehe). Minha idéia aqui é ajudar trazendo algumas opções de ensino via internet, essa linda. Que tal então usar um pouco do seu tempo para aprender algo? E quando eu digo aprender, não faça cara feia, porque hoje podemos aprender o que quisermos. Você não é obrigado a estudar trigonometria se não é sua praia, mas pode estudar fotografia se isso lhe agrada. Ou estude culinária, ou artes, desenho, arquitetura, qualquer coisa. Está tudo lá! Ah, você não tem saco para aprender tempos verbais e português? Pois devia! Abaixo o “nós vamos estar enviando” e o “cinco pãos”.

Seguem 6 dicas de sites que ensinam. De graça, então nem essa desculpa você tem.

 

khan-academy

Khan Academy

Olha o lema: “Você só precisa saber uma coisa: Você pode aprender qualquer coisa”. Maravilhoso! Na Khan Academy tem cursos de quase tudo, desde Álgebra a Artes, e eles possuem uma imensa quantidade de material de apoio, e ensinam de forma muito interessante. Pra você ter uma idéia dá pra aprender sobre parábolas com programadores da Pixar. É muito interessante e totalmente de graça. Eles já possuem muito conteúdo em português, e em inglês mais ainda.

 

duolingo

Duolingo

Existem diversas formas de aprender, espalhadas pelo mundo. Mas saber outras línguas vem primeiro. Aprenda para aprender. E o Duolingo é uma excelente ferramenta para isso. Totalmente gratuito, e para sempre será. Seu formato de ensino assemelha-se a um jogo, onde você aprende de forma simples e rápida, pois fechar uma aula leva apenas uns 15 minutos. Pode conferir.

 

aprendaonline

Aprenda.online

O Aprenda.online não é tanto uma plataforma de aprendizado, mas sim um portal para outros aplicativos e canais de aprendizado grátis. E isso é o melhor! A partir do Aprenda.online você tem acesso a diversos conteúdos nas mais variadas formas. Youtube.edu, codeacademy e Coursera, entre outros, faze parte da grade de ensino gratuito. Até a Khan Academy está lá.

 

fleeber

Fleeber

O Fleeber não é exatamente uma plataforma de ensino. Mais como uma rede social para músicos, você pode conhecer outros instrumentistas, trocar informações, tocar junto, fazer jams, e uma série do outras coisas. De iniciantes a profissionais, se você gosta de música lá é o lugar para se conectar com outros apaixonados.

 

edx

EDX

Depois que você aprender bem o inglês no Duolingo, é hora de partir para o mundo. EDX é como o Coursera (tem no Aprender.online), onde você pode fazer cursos internacionais nos mais variados níveis. E grátis. Universidades do mundo todo compartilhar cursos online gratuitos por estas plataformas, e todos podem se inscrever, recebendo inclusive diplomação válida. Vale a pena conferir, mas tem uqe saber inglês.

 

E se você souber de alguma outra plataforma de ensino, é só comentar e editaremos o post. Agora vamos aprender!

Riven tem a arte como motivadora, a música como inspiração e o planejamento como instituição. Esta junção dos dois hemisférios do cérebro garantem uma abordagem diferenciada e eficiente na resolução de tarefas e problemas.