O legado da Escola de Ulm no design de um Iphone

Por diandra, | Categoria: Design

Todos os produtos Apple possuem acessórios objetivos e funcionais

Há aqueles que atribuem o sucesso do Iphone a sua funcionalidade, outros a sua aparência e design. Mas, de acordo com o criador da Apple, Steve Jobs, os dois aspectos estão relacionados na hora de construir um produto. Jobs costumava dizer que a maioria das pessoas cometiam o erro de pensar que o design era apenas aparência, mas na verdade, é que o ”design não é apenas o que parece e o que se sente: design é como funciona”.

Ou seja, todos os acessórios não funcionais aos produtos da Apple eram eliminados, porque não trariam melhores benefícios para o produto. Todos os produtos são semelhantes, unificados com linhas simples e também com alta durabilidade. Os acabamentos também são geralmente em branco ou preto lustroso, e com destaque para logotipo da empresa. O diferencial dos produtos Apple, com o design e funcionalidade que encantam mais de uma geração, foram inspirados no design alemão da Escola de Ulm.

A Escola Superior de Design de Ulm, fundada em 1953 na Alemanha, deu continuidade a filosofia da Escola de Bauhaus, fechada em 1932, devido a perseguição nazista. Influenciada por Bauhaus, a Escola de Ulm, era adepto ao chamado ”Modelo de Ulm”, ou seja, o design era redirecionado para a área industrial, devido ao rápido crescimento das cidades, como também da tecnologia, o design deixou de ser apenas um campo estético, para também abranger todas as funções do objeto.

Entre os anos de 1953 e 1968, a Escola de Ulm, se destacou como um dos centros de design mais importantes da época, porque houveram várias pesquisas e desenvolvimento de diversas áreas do design. Isso se deve também a internacionalização da escola, que recebia estudantes de todo o mundo, e que contribuíram para que a escola se tornasse referência na época. E que atualmente, é considerada historicamente, como uma das escolas que revolucionaram o modo como o design era feito. Entre os estudantes e professores de Ulm, os mais importantes são Otl Aicher, Inge Aicher-Scholl, Max Bill, Max Bense, Hans Gugelot, Tomás Maldonado e Gui Bonsiepe.

Tomas Maldonado, era um dos que defendiam que o design precisava inovar, ser criativo e mudar o comportamento das pessoas. Dentro da escola de Ulm, a linha de design desenvolvida era voltada para a criação de algo sem metáforas, objetivo e asséptico. No entanto, devido a problemas políticos e financeiros, influenciados pela época da Guerra Fria, a escola de Ulm foi fechada em 1968.