Hiper realismo, a arte do transtorno obsessivo compulsivo

Por Riven Melito, | Categoria: Arte

Calma, eu estava só brincando. Este na verdade é um tema um tanto quanto controverso quando se fala de arte. Digo ainda mais, o próprio conceito de arte é um tanto quanto controverso. E e algum post anterior já falei sobre o quando a técnica em si é responsável pela criação da arte nos dias de hoje.

Mas tudo bem, não custa muito repetir. No início Deus criou tudo, e então veio o homem e quis copiar tudo. Inventou tinta, pincel, lápis e etc. Os gregos criaram os padrões de beleza sob os quais vivemos até hoje (para desespero das mais cheinhas) com suas estátuas e arquiteturas que parecem respirar. E nós continuamos tentando copiar. Copiar a natureza, os pássaros, nuvens, a cidade, e a nós mesmos. Em qualquer escola de pintura ou curso que você fizer, a primeira coisa que vão te ensinar é a copiar. Faça uma natureza morta, uma paisagem, ou esboce algo que está ao seu lado. É copiando que aprendemos a ver as cores e a entender como luz e sombra funcionam. Copiamos para compreender perspectiva e proporção, e para utilizar corretamente pontos focais e composição.

E é por este motivo que muita gente não aprecia hiper realismo, ou mesmo não entende como isso pode ser arte. Como disse antes, existe arte pela técnica, e existe arte pela idéia. Se considerarmos esta como uma arte que vive pela execução, então com certeza ela possui muito valor artístico. Uma obra hiper realista leva muito tempo para ser feita, e necessita de técnicas muito complicadas para funcionar, sendo algo de precisão milimétrica com atenção especial para cada textura, cada poro na pele, cada vinco no tecido. Sim, um trabalho maravilhoso e metódico. Mas que geralmente não nos traz nada além do espanto em ver uma tela gigante que parece uma foto mas não é. Linda, com certeza. Mas e daí? Qual a idéia, o objetivo? Bem isso fica a cargo de quem fez, e do espectador em encontrar.

Mas esta é a maior crítica daqueles que não sabem muito do que estão falando. Quer algo realmente hiper realista? Tire uma foto. Este é o pretexto de quem não entende este gênero. E tudo bem, podemos argumentar a respeito, sem problemas. Eu já vi obras hiper realistas (inclusive uma exposição de Ron Mueck) e devo dizer, uma imagem dentro de um post não faz jus ao que o artista quer passar. Porque você acha que e geral estas imagens possuem tamanhos extremos? Porque gastar meses fazendo uma imagem? Porque usar tal imagem, em tal ângulo, com tais cores? Algumas questões e muitas outras cabe a nós perceber. Daqueles que criticam, percebo que grande maioria na verdade nunca viu uma obra com os próprios olhos.

E sei também que em muitos casos o artista tem mesmo apenas esse desejo de mostrar como é bom, um virtuose. Existem muitos músicos com paixão pela arte musical, mas também existem aqueles que apenas tocam excepcionalmente bem. Teriam eles menos valor do que os outros? Ou tem espaço para todos? Fique com algumas imagens para se impressionar um pouco, e alguns links para conhecer melhor os trabalhos destes monstros. COnfira os sites, que te muita informação, inclusive videos demonstrando os processos.

Aproveite para nos dizer qual é a sua opinião? Hiper realismo é arte mesmo? É impressionante mas vazia? Eles deveriam arder todos no fogo do inferno? Comente e compartilhe. Valeu!

 

 

http://www.denispeterson.com/

http://chashartley.com/

http://www.matteomezzetta.com/

http://francoclun.deviantart.com/

http://diegokoi.deviantart.com/

http://www.raphaellaspence.com/

http://www.sharonmoody.com/

http://www.pedrocampos.net/

http://www.juancossio.com/

 

E o meu favorito:

http://www.davidkassan.com/

 

 

Não cansou ainda? Então curta um videozinho.

https://www.youtube.com/watch?v=XuMuGYCW63w

Riven tem a arte como motivadora, a música como inspiração e o planejamento como instituição. Esta junção dos dois hemisférios do cérebro garantem uma abordagem diferenciada e eficiente na resolução de tarefas e problemas.