Hemingway em curta? Obrigado Petrov

Por Lucas Rufino, | Categoria: Cinema, Literatura

velho e o mar

Se você acompanha as diversas listas já elaboradas de melhores livros já escritos, sabe que uma presença constante é O Velho e o Mar. Escrito por Ernest Hemingway em 1951 e publicado em 1952, foi o seu último livro lançado em vida. A obra foi adaptada para o cinema em 1958 por John Sturges e também virou um curta nas mãos do diretor russo Alexander Petrov.

Alexander já produziu 7 curtas de animação, com 5 indicações ao Oscar e foi o vencedor da categoria de curta de animação em 2000 com a sua adaptação de O Velho e o Mar. Além do Oscar sua curta venceu também o Festival Internacional de Animação de Annecy.

O que se destaca na obra de Petrov é a técnica utilizada para realizar os seus curtas. Ele realiza a pintura a óleo em grandes superfícies de vidro e as fotografa. Essas pinturas são feitas com os dedos, sem a utilização de nenhum tipo de pincel. Depois de tirar a foto, ela altera a pintura e passa para a composição da próxima imagem a ser fotografada. Desta forma realiza os seus curtas fotografando quadro a quadro.

Para a sua adaptação ele produziu mais de 29.000 fotografias, em um processo que levou dois anos para ser completado. Tudo isso para compor um curta de aproximadamente 20 minutos. As adaptações são o forte de Petrov, além de Hemingway histórias dos autores Andrei Platonov, Fiódor Dostoiévski e Ivan Shmelyov também já foram produzidas pelo diretor.

Confira O Velho e o Mar.